fbpx

Barcellos liga para presidente do Grêmio, demonstra apoio e defende suspensão da rodada do Brasileirão

Presidente colorado passou o seu posicionamento em entrevista dada à Rádio Gaúcha

Assim como o Grêmio, o Inter também defende, em caráter oficial, que a rodada do final de semana do Brasileirão seja suspensa caso o Flamengo possa vender ingressos para ter torcedores no Maracanã e os demais clubes ainda não. Segundo o presidente Alessandro Barcellos, está havendo uma “falta de isonomia”, que se resulta em “desequilíbrio técnico” na competição. As declarações foram dadas à Rádio Gaúcha.

LEIA MAIS – Clubes brasileiros se unem em irritação contra o Flamengo e podem forçar adiamento da rodada do Brasileirão

O mandatário colorado revelou ter ligado para o “colega” de Grêmio, Romildo Bolzan Jr, no sentido de dar apoio e reforçar o posicionamento do Inter.

“O Inter estará junto com os outros 19 clubes. Defendemos a isonomia e o equilíbrio técnico na competição. Conversei com o Romildo e com outros presidentes de clubes para articular essa posição e mantê-la firme. Defendemos que a decisão do Conselho Técnico seja mantida”, afirmou Barcellos, que também cobrou uma nova decisão do STJD, que, até agora, manteve a liminar para o Flamengo jogar com público em casa.

“Esperamos uma atitude da CBF. Ou ela cancela a rodada ou então se antecipa o julgamento no STJD. A bola está com a CBF”.

Barcellos garante que, ao contrário do que vem fazendo o Flamengo, o Inter não tomará nenhuma atitude “isolada” dos demais clubes.

“A nossa decisão dependerá do que a CBF anunciar. Isso (entrar em campo ou não no fim de semana) é outro debate. Vamos tomar uma decisão em conjunto com os clubes. Não iremos tomar uma decisão isolada”, concluiu o mandatário vermelho.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas