Baldasso vibra que Inter não quis Rafinha e vê irresponsabilidade financeira do Grêmio em pacote de reforços

Jornalista colorado Fabiano Baldasso avaliou as movimentações de mercado do rival

Em participação no programa Os Donos da Bola-RS, da TV Bandeirantes, nesta segunda-feira, o jornalista colorado Fabiano Baldasso fez críticas ao que chamou de “quase irresponsabilidade financeira” do Grêmio pela contratação do lateral-direito Rafinha e pela proposta apresentada de pré-contrato ao atacante Rafael Borré, do River Plate.

Baldasso ainda lembrou que, recentemente, quando soube de rumores, ficou feliz que o Inter abriu mão de tentar a contratação de Rafinha:

“Há umas duas semanas, o Vagner Martins trouxe a informação de que o Rafinha teria sido oferecido e que o Inter descartou. Pensei: “Maravilha, é isso aí mesmo”. É um jogador veterano e o Renato convenceu a todos de novo. E a imprensa cai nessa elogiando. O salário é R$ 450 mil e, lá embaixo, escondido, mais R$ 1 milhão de luvas. Quando é no Inter, já falam que as luvas vão no meio do salário (…)”, declarou.

O comunicador também achou exagerado os valores apresentados a Borré, que ainda precisa assinar o contrato. Seriam R$ 11 milhões de salário por ano, com luvas de 6 milhões de dólares:

“E sobre o Borré, somem R$ 1,7 milhão pelo tempo de contrato dele. Dá pra construir um estádio de futebol. Não há saúde financeira que sustente isso. Contratações deste montante são feitas por clubes que têm empresas parceiras bancando quase que na totalidade. O Grêmio não tem e está fazendo quase uma irresponsabilidade financeira”, concluiu.

Confira os comentários a partir de 10:30:

  • Clique aqui para entrar em um grupo de WhatsApp e acompanhar as notícias do seu time.
Mostrar comentários (1)

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. AceitarLer políticas

Políticas & Cookies