Bagé sugere psicólogo para João Pedro Galvão e detona Rodrigo Ely: “Um Bressan piorado”

Jornalista identificado com o Grêmio fez duras críticas em cima de alguns atletas

Publicidade

Mesmo que tenha sido apenas a primeira partida da temporada, a derrota do Grêmio de 2×1 fora para o Caxias já serviu para o jornalista Alex Bagé pontuar duríssimas críticas em cima de alguns jogadores. Depois do resultado negativo de virada neste sábado, no Centenário, pela primeira rodada do Gauchão, ele soltou o verbo para cima de João Pedro Galvão e Rodrigo Ely.

Bagé chamou a atenção para a falta de pontaria de JP Galvão, que perdeu um gol de cabeça em jogada feita por Soteldo na ponta esquerda. Sobre Rodrigo Ely, que falhou no lance que gerou a vitória caxiense, o jornalista o rotulou como “um Bressan piorado”:

“Se o João Pedro Galvão está pressionado, que chamem um psicólogo para ele. Ele não pode curar os problemas dele sendo titular do Grêmio. Ele não acerta a goleira. Uma coisa é o cara errar gol, outra é errar a goleira. Não é fazer terra arrasada, mas isso é preocupante. O Rodrigo Ely… ele é um Bressan piorado”, disparou.

Bagé tem razão? Renato minimiza derrota

Apesar das críticas já feitas pela imprensa, como a de Bagé, o técnico Renato Portaluppi colocou panos quentes na derrota e evitou reclamar do elenco em coletiva de imprensa. O treinador, que está esperando reforços nesta próxima semana, lembrou do pouquíssimo tempo de trabalho até este primeiro jogo:

“Sofremos a virada, estávamos bem no jogo, foram apenas 8 ou 10 dias de treinamento. É muito pouco. O Caxias já estava treinando há mais tempo, não estou tirando os méritos deles. Chega um determinado momento que falta perna”, avaliou.

Sem muito tempo para lamentar e treinar, o Grêmio, que está buscando o sétimo título seguido do Gauchão, volta a jogar já nesta quarta-feira, 21h30, em casa, diante do São José.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)