fbpx

Apresentado, Medina admite necessidade de reforços, revela conversa com Guiñazu e diz que Yuri e Wesley podem jogar juntos

Confira os principais detalhes da coletiva de apresentação do técnico colorado Alexander Medina

Apresentado oficialmente como novo treinador do Inter nesta sexta-feira, o uruguaio Alexander “Cacique” Medina admitiu a necessidade de reforços para ampliar a concorrência interna e revelou ter tido uma conversa com Pablo Guiñazu, ex-colorado e também ex-Talleres, sobre o clube do Beira-Rio. Na parte final da entrevista, que você confere resumida abaixo, o técnico ainda abriu a possibilidade de escalar Yuri Alberto ao lado de Wesley Moraes, oficializado como reforço do clube mais cedo.

Conversa com Guiñazu

“Conheço a história de Guiñazu como jogador e ele trabalhou conosco no corpo técnico do Talleres. É uma referência. Eu falei com ele sim sobre o Inter. Já conhecia, mas seria bom ter uma opinião formada por um ex-jogador do clube, ainda mais tão querido como ele. Temos um diálogo direto e permanente com ele”

Reforços

“Nós estamos analisando todo o potencial que temos no plantel. Vendo o mercado, tratando de ampliar um pouco mais este plantel. O plantel tem muita qualidade, mas também necessitamos de outras posições, que entendemos que necessitamos reforçar”

Inter protagonista

“Fazer uma comparação com os técnicos anteriores não é o momento, nem lugar. Vamos imprimir ao clube trabalho, dedicação, paixão. Fazer um Inter protagonista. Ser uma equipe muito competitiva no Beira-Rio e de visitante. Convencer o plantel do que temos que fazer”

Jogo ofensivo

“Gostamos de jogar com centroavante centrais, com pontas, com atacantes. Temos um jogo de protagonistas, mas cuidamos também dos aspectos defensivos. No futebol existem quatro momentos: atacar, defender e as transições”

Calendário brasileiro

“Sabemos que no Brasil há muitos jogos. Poucos dias de trabalho e poucos dias de recuperação. Por isso queremos um plantel mais amplo, com jogadores competitivos na mesma posição. Otimizar o tempo”

Yuri Alberto com Wesley Moraes

“Sempre os bons jogadores podem jogar juntos. Nós treinadores temos que tratar de criar um sistema para esses jogadores. Compatibilidade ou não, vamos ver nos treinamentos. Mas podem jogar perfeitamente. Alguns jogos os dois, outros um só. Isso se dará com trabalho e adaptação aos movimentos da equipe”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas