fbpx

Apresentado, Kaique Rocha elogia Méndez e Cuesta, mira títulos e cita zagueiro histórico do Inter: “Espero um dia chegar aos pés”

Jovem defensor de 20 anos e 1,95m de altura concedeu coletiva de apresentação nesta quinta

Emprestado até a metade de 2023 pela Sampdoria, da Itália, ao Inter, o zagueiro Kaique Rocha, de 20 anos e 1,95m, concedeu a sua primeira coletiva de imprensa como jogador colorado nesta quinta-feira e chegou lembrando da figura de Índio, multicampeão pelo clube entre 2005 e 2014, a quem disse sonhar um dia “chegar aos seus pés”.

O novo reforço colorado, que já está regularizado no BID, também falou das suas características como zagueiro, do desejo de se afirmar no futebol brasileiro e do pensamento de ganhar títulos com o Inter – veja as suas principais falas:

Índio como referência

“É uma camiseta muito pesada e espero um dia chegar aos pés do Índio, um zagueiro multicampeão aqui no Internacional. Espero um dia chegar a ser comparado com ele, então, espero fazer história aqui no Internacional. Eu não penso em voltar agora pra Europa, penso em fazer história aqui, se eu pensasse na Europa agora eu não teria voltado. Quero fazer essa torcida feliz”

Zagueiro veloz

“Eu me considero um zagueiro bom nas bolas aéreas. Sou um zagueiro técnico, me considero um zagueiro veloz, mas prefiro mostrar dentro de campo. Porque falar muito não adianta. Mostrar dentro de campo eu creio que seja a melhor opção pra mostrar pra todos vocês”

Força do Inter

“Uma camiseta gigante aqui no futebol brasileiro, se não for a maior, é uma das maiores, então sem sombra de dúvidas é um clube e um grupo muito bom que a gente vai em busca de títulos. Nós vamos buscar terminar o Campeonato Brasileiro bem e quem sabe ano que vem trazer títulos pra nossa torcida”

Qualidade dos colegas

“Penso que quem tem que ficar preocupado não é a gente e sim a equipe adversária. Tanto o Cuesta como o Bruno (Mendez) estão bem aqui na defesa. Então quem for nos enfrentar vai saber que vai pegar uma defesa difícil de se passar e quem ganha é o Internacional”

Tempo sem jogar

“Estou um tempo sem jogar jogos oficiais, mas hoje eu me sinto pronto. Eu acabei de sair de duas semanas de uma pré-temporada, então, me sinto no meu auge da minha condição física. Estou muito bem fisicamente, e para o que o professor precisar contar comigo eu estou pronto”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas