Apresentado, Douglas Costa fala de estreia, atualiza parte física e reforça amor ao Grêmio: “Só tenho uma camisa no Brasil”

Meia-atacante gremista de 30 anos de idade concedeu a sua primeira coletiva como jogador do Grêmio

Publicidade

Ao lado do presidente Romildo Bolzan Jr e do vice de futebol Marcos Herrmann, o meia-atacante Douglas Costa vestiu a camisa 10 do Grêmio nesta quarta-feira e concedeu a sua primeira coletiva de imprensa na volta ao clube. Apresentado oficialmente, o jogador de 30 anos evitou dar prazo para a reestreia, se disse bem fisicamente e novamente fez juras de amor ao tricolor.

Favoritismo no Brasileirão:

“Uma contratação desse nível agrega muito ao Grêmio. Não existe favoritismo no futebol, jogo é dentro de campo e não há nomes que faça isso mudar. Vamos buscar nosso espaço que é estar no topo”

Qualidade do elenco:

“Tem muitos guris de qualidade. O próprio Jean, o Ferreira, toda a galera, tem um futuro absurdo e promissor. A minha chegada eu vejo como ponto positivo para rapaziada que se espelha em mim, já que eu também já me espelhei em alguém”

Abrindo mão da Europa:

“Não estou abrindo mão, estou conseguindo ter a criação dos meus filhos. O resto fica para trás, o que vivi na Europa. Agora é focar no Grêmio e chegar no ápice da minha forma física”

Família gremista:

“É gratificante demais, eu já fui muito parceiro dessa torcida, eu nasci gremista, minha família é gremista. Eu já fiquei na arquibancada do Olímpico, já dormi ali. Pra mim é um sonho”

DESAFIO:

“Pra mim, eu pontuo como se fosse o desafio mais importante da minha vida. Quando se trata de amor à camisa, eu só tenho amor a uma camisa aqui no Brasil”

PARTE TÁTICA:

“Onde eu posso ajudar bastante é realmente na intensidade, na troca de ritmo. Agora é alinhar tudo com o Tiago (Nunes), porque ele é o comandante”

PARTE FÍSICA:

“Tive uma lesão no metatarso e depois disso voltei a treinar no Bayern. Vamos alinhar com o staff agora e colocando aos poucos no treino para, quando nos sentirmos à vontade, eu voltar ao campo. Não tem prazo”

Momento que decidiu voltar:

“O Grêmio sempre teve a vontade de me ter e eu sempre quis volta. O Grêmio foi subindo sempre de patamar. A gente conseguiu alinhar isso de maneira positiva e acredito que foi bom para todos. Estou feliz de estar aqui em um momento especial da minha carreira”

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)