Após título na despedida, Coudet é leal ao Racing: “Nunca treinarei o Independiente”

Publicidade

Eduardo Coudet cumpriu com louvor o seu último compromisso no comando técnico do Racing. Neste sábado, o seu time venceu o Tigre pelo placar de 2×0, faturando o Troféu dos Campeões, que reúne os ganhadores do campeonato nacional da Argentina e da Copa da Superliga.

Satisfeito pela vitória e pela história construída no time de Avellaneda, o provável novo técnico do Inter mostrou muita lealdade ao Racing em entrevista pós-jogo, garantindo que nunca comandará o tradicional rival local Independiente.

“Merecíamos encerrar um ciclo dessa maneira e com um ótimo jogo. Grato aos fãs. Tenho um jeito de ser e de prosseguir. A mensagem que quero deixar é que há três anos escolhi um lado da Avellaneda. Então, que me perdoem os torcedores do Independiente, mas nunca vou treiná-lo. O Racing, novamente, sim, com certeza”, destacou.

Ainda sem ter ocorrido o anúncio oficial por parte do Inter, o presidente Marcelo Medeiros deixou escapar em entrevista recente à Rádio Bandeirantes que o argentino é o “nosso treinador”.