Após goleada e liderança, Abel se diz orgulhoso, fala de Renato e quer tirar Grêmio do “conforto” no Gre-Nal

Confira os principais detalhes da coletiva de imprensa do técnico Abel Braga nesta quarta-feira

Publicidade

Após conduzir o Inter ao sétimo triunfo segundo no Brasileirão, o técnico Abel Braga se mostrou extremamente “orgulhoso” em sua coletiva virtual de imprensa após a vitória de 5×1 sobre o São Paulo, no Morumbi – o resultado colocou o clube gaúcho na liderança isolada com 59 pontos.

“O que eu sempre fiz na minha vida, e aprendi com meu pai, é não me entregar. Sem alarde, sem qualquer tipo de orgulho. Orgulho eu tenho dos meus jogadores. Contente com tudo que vem acontecendo aqui. Mas isso não nós coloca com nenhum tipo de favoritismo. Legal é que marcamos 9 gols em 2 jogos, legal é que estamos com 7 vitórias seguidas, que nos tirou lá do sexto lugar para o primeiro”, declarou o treinador.

A vitória impactante no Morumbi foi construída com gols de Cuesta, Caio Vidal e Yuri Alberto, três vezes.

“Sabíamos que o São Paulo iria vir apertando, e o Diniz fez o que faz em todos os jogos, que é puxar o Luan para a zaga e botar outro atacante. Colocou uma equipe mais ofensiva. Se atiraram. As coisas ocorreram muito bem”, celebrou.

Abel começa a pensar no Gre-Nal

Depois de recolocar o Inter na liderança do campeonato, Abel terá uma outra missão nesta semana: quebrar o jejum de 11 Gre-Nais sem vitórias coloradas. O duelo será no domingo, às 16h, no Beira-Rio, e o treinador tratou de elogiar o colega Renato Portaluppi – o gremista teve a iniciativa de ligar para Abel e dar apoio pelas críticas recebidas na sua volta ao Beira-Rio:

“Renato é um grande amigo. Um cara extremamente capacitado, tem feito um trabalho maravilhoso. Há um respeito enorme entre nós, não só pela qualidade do adversário mas pelo treinador. O Renato foi extremamente gentil comigo, pela amizade que temos. No Rio nos encontrávamos muito na churrascaria Porcão, ele é como se fosse um sócio ali. Mas não vou entrar em detalhes sobre o que conversamos”, frisou.

Abel garantiu ter visto a maioria dos últimos Gre-Nais e, para domingo, planeja tirar a “intranquilidade” do Inter nos recentes clássicos:

“O Grêmio joga muito seguro, muito tranquilo em relação ao Inter. O Inter entra em campo com aquilo de ganhar, mudar a estatística, isso não é bom, sai um pouco do equilíbrio. Mas vamos conversar muito. Vou trabalhar em cima disso, não estava aqui, mas assisti praticamente todos, pelo menos seis ou sete. O que senti foi exatamente o que eu acabei de falar. Não podemos deixar um adversário em zona de conforto, é muito sobre isso”, concluiu o treinador.

Veja a entrevista:

 

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)