23 jogos sem gols: dirigente do Inter manda recado claro a Nico López

Publicidade

Apesar do discurso de apoio e de seguir confiando no jogador, o Inter está preocupado com o atacante Nico López. Ao passar em branco diante do Goiás, no último domingo, na derrota por 2×1 no Serra Dourada, pelo Brasileirão, o uruguaio chegou à espantosa marca de 23 jogos sem gols.

E recebeu um recado bem claro do vice-presidente de futebol Roberto Melo, que, embora confie na recuperação, disse com todas as letras: “Jogador de futebol tem que fazer por onde”.

“(A má fase) É meio recorrente, já aconteceu lá atrás. O Odair é o técnico que mais acreditou nele. Quando começou como treinador, Nico nem era titular. Mas chega um momento que dentro de campo o jogador tem que fazer por onde. Vamos trabalhar para que ele possa fazer o máximo possível”, explicou.

O técnico Odair Hellmann, por sua vez, seguiu confiante na retomada do bom futebol já apresentado em outros momentos.

“Tenho uma postura que vou dar força para o jogador sempre. Não estou com ele (Nico) só na vitória, principalmente quando algum jogador não está passando por um bom momento. Cabe a mim dar essa moral, força para trabalhar. Temos condições de reverter isso para que se reflita dentro do jogo. Na vida é assim, no futebol também é assim. Precisa estar forte na vitória e na derrota”, salientou.

Em evidente má fase, Nico deverá ser reserva nesta quarta-feira, 21h30, diante do Flamengo, no Beira-Rio, pela volta das quartas da Libertadores.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)