Vice-presidente do Inter vê Lomba como “exemplo de atleta” e critica atitude de Bibo Nunes: “Passou dos limites”

Vice-presidente de futebol João Patrício Herrmann concedeu entrevista à Rádio Guaíba

Publicidade

Mantendo a sua habitual postura de sair em defesa do grupo de jogadores e da comissão técnica, o vice-presidente de futebol colorado João Patrício Herrmann fez elogios nesta quinta-feira, em entrevista à Rádio Guaíba, aos criticados goleiro Marcelo Lomba e técnico Miguel Ángel Ramírez.

A postura do dirigente foi dada um dia depois do incômodo empate em 0x0 diante do Always Ready, da Bolívia, no Beira-Rio, pela Libertadores.

“Marcelo Lomba é um exemplo de atleta. É um jogador que jogou quase todos os jogos do Inter na temporada de 2021. É um grupo extremamente unido e focado”, disse Herrmann, antes de comentar o trabalho de Ramírez:

“Ontem tivemos um jogo que os números nos deixam satisfeitos pela produção que tivemos, mas infelizmente o resultado não veio. Ninguém gosta de empatar. Temos consciência que temos que evoluir. É um início de trabalho. Agora temos um mês e meio para aumentar o entrosamento e se preparar para as oitavas de final. Ramírez é muito aberto. A relação é muito boa, franca e aberta. Conversa com os atletas, com o CAPA, com a direção. É um trabalho difícil”.

Críticas a Bibo Nunes

Herrmann deixou claro que não gostou da postura do Deputado Federal pelo PSL-RS, Bibo Nunes, que atacou o presidente Alessandro Barcellos chamando-o de “petista” pela presença de uma “estrela vermelha” no kit promocional da Adidas com produtos alusivos à conquista do Mundial de 2006 – entenda todo o caso aqui.

“Essa semana tivemos um Deputado Federal que passou dos limites com o presidente do Inter. Crítica e divergência são completamente normais. O problema é quando não existe o respeito”, concluiu Herrmann.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)