fbpx

Souza culpa Celso Roth por perda do título do Brasileirão de 2008: “Muito teimoso”

Titular do Grêmio durante a campanha no Brasileirão de 2008, o meia Souza, atualmente no Murici, de Alagoas, responsabiliza o técnico Celso Roth pela perda do título mesmo estando em vantagem de 11 pontos sobre o São Paulo na abertura do returno – o time paulista veio a ser o campeão.

Segundo Souza, Roth era “muito teimoso” e insistia em trabalhos físicos mesmo no segundo turno do campeonato, quando outros times já estavam dosando essas atividades e focando apenas nos jogos.

“O Celso é um cara muito teimoso. No segundo semestre daquele ano, todas as equipes que estavam atrás da gente deram folga aos atletas. E alguns jogadores foram falar com o Celso que estavam cansados, para dar um descanso. No outro dia, teve um (treino) físico tremendo. Então, a equipe fazia um primeiro tempo primoroso e, no segundo tempo, caía de produção. Ele pensou que a gente queria se intrometer no trabalho dele. Então, eu coloco o peso de não ter chegado (ao título) na teimosia do Celso e muito treinamento quando era hora de dar descanso aos jogadores”, falou o meia em entrevista ao programa Bola nas Costas, da Rádio Atlântida.

Apesar de não ter conquistado grandes títulos em sua passagem pelo Grêmio, fora o Gauchão de 2010, Souza acredita ter feito um bom papel no tricolor gaúcho.

“Eu perdi só um jogo pelo Grêmio no Olímpico, que foi contra o Goiás. Fiquei três anos no Grêmio e perdi só um jogo em casa. Claro que fiquei marcado no São Paulo. Você fica marcado pelos títulos. Mas se me perguntarem, individualmente, qual foi o meu melhor ano da carreira, digo que foi 2009, no Grêmio. Fiz quase 30 gols, sem bater pênalti. Não quero dizer que eu era o Pelé ou Zidane da época, mas se tivesse alguns jogadores que ajudassem mais, a gente tinha ganhado, porque a confiança é absurda”, concluiu.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas