Presidente do Grêmio cobra Arena por limpeza no teto do estádio: “Acho uma barbaridade”

Arena é utilizada pelo Grêmio para os seus jogos oficiais desde a temporada de 2013

Publicidade

A relação com a administração da Arena foi um dos temas da entrevista do presidente do Grêmio, Alberto Guerra, ao jornalista Duda Garbi. O mandatário concorda com o torcedor que tem reclamado da sujeira no teto do estádio, que está “escuro” no aguardo de uma nova limpeza. Os jogos da temporada de 2024, a começar pelo Gauchão, se iniciam no fim de semana do dia 21 de janeiro.

“É o que mais me toma tempo hoje em dia. Mais que o futebol. Nem tudo a gente deve publicizar nessa relação. E esse é um dos assuntos. Acho uma barbaridade. Foi feito um contrato que nos impõe alguns limites. Vamos jogar uma Libertadores e precisamos do nosso estádio. Não é difícil limpar”, lamentou Guerra.

Outro assunto tratado pelo mandatário gremista foi o gramado. Segundo ele, na medida do possível, a Arena conseguiu entregar um campo em 2023 melhor que o dos outros anos. Mesmo assim, ainda abaixo do nível que o Grêmio precisa:

“O gramado eu até acho que, nesses 11 anos de gestão da Arena, acabou sendo o melhor ano. Ainda distante do que o Grêmio precisa. Mas acho que funcionou durante o ano. Menos antes daquele jogo contra o Corinthians. Depois, com os shows, piorou nos jogos finais”, finalizou Guerra.

A entrevista da direção do Grêmio ao jornalista Duda Garbi:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul