fbpx

Nei explica insucesso de Falcão como treinador e revela que foi traído por pessoas do Inter

Ex-lateral-direito concedeu uma interessante entrevista à Rádio Gre-Nal neste domingo

Um dos grandes nomes da história do Inter, Paulo Roberto Falcão não conseguiu ter o mesmo sucesso sendo treinador do clube. Foram três tentativas. Sem grandes resultados em 1993, 2011 e 2016, ele, no momento, não está mais atuando como técnico – algo lamentado pelo ex-colorado Nei.

O antigo lateral-direito foi titular absoluto de Falcão na temporada de 2011, quando o técnico dirigiu o Inter por 19 jogos. Em entrevista à Rádio Gre-Nal, Nei avaliou que o estilo do comandante combina mais com o futebol europeu e que, por consequência, os atletas brasileiros não estavam preparados para tal filosofia de trabalho.

“O Falcão é de uma outra escola de futebol. Ele me ensinou muito, mas acho que se ele tentasse ser técnico na Europa daria muito certo. Aqui, a cultura está até mudando, mas ainda é muito diferente”, lamentou o ex-jogador.

Em 1993, Falcão dirigiu o Inter por 14 jogos. Depois, foram apenas 19 em 2011 e, por último, na sua passagem mais recente como treinador, fez somente 5 partidas em 2016 – ano da queda inédita do clube no Brasileirão.

Falcão
Falcão não teve sucesso como treinador do Inter em três chances – Foto: Ricardo Duarte/Inter

Nei diz ter sido traído por “pessoas” do Inter

Sem citar nomes, Nei disse ter um sentimento de traição por “pessoas” da direção do Inter, que prometeram uma coisa e fizeram outra. Ele alega ter apalavrado um novo contrato para permanecer no Beira-Rio em 2013. Inclusive, comprou apartamento em Porto Alegre imaginando vida longa na cidade.

Mas, na virada de 2012 para 2013, a renovação não aconteceu. Nei foi dispensado e acertou com o Vasco da Gama. Enquanto isso, o Inter buscou Gabriel.

“Prometeram que iam renovar o meu contrato e não cumpriram. Eu tenho palavra. Eles não tiveram. Não foram homens. Eu comprei apartamento em Porto Alegre pra ficar, recusei proposta do Fluminense. Ficou mágoa com pessoas e não com o Inter”, acrescentou.

Nei foi bicampeão gaúcho pelo Inter em 2011 e 2012, campeão da Libertadores em 2010 e campeão da Recopa Sul-Americana de 2011.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas