R$ 53 milhões: Grêmio diz sim ao Dínamo Moscou e agora depende de aprovação de Bitello

Situação do meia do Grêmio segue indefinida e pode avançar nas próximas horas

Publicidade

O futuro de Bitello, ainda meia do Grêmio, está em suas próprias mãos. Nas últimas horas, o clube gaúcho disse sim à proposta do Dínamo Moscou, da Rússia, que oferece 10 milhões de euros para a contratação – cerca de R$ 53 milhões. Desta cota, o tricolor tem direito a 70% – aproximadamente R$ 37 mi – e o restante vai para o Cascavel-PR, que é a equipe formadora do atleta.

Nos últimos dias, Bitello esteve cedido à seleção brasileira pré-olímpica, que perdeu de 1×0 para Marrocos no primeiro amistoso. O segundo, que aconteceria nesta segunda, foi cancelada por conta do terremoto que gerou mais de 2.100 mortes no país. Ainda no domingo, o jogador do Grêmio se manifestou sobre o futuro:

Veja também:
1 De 6.005

“Tenho a proposta, deixo na mão do meu empresário, ele sabe o que eu quero. Estou focado aqui, fazer esses últimos dias de treinamento e quando voltar resolver isso. Tem as possibilidades, não tem nada certo, meu empresário está resolvendo isso e vamos ver no que vai dar”, justificou.

Em um primeiro momento, o meia de 23 anos gostaria de ir para um centro mais “badalado” do futebol europeu e a proposta anterior do Feyenoord, da Holanda, time que disputa a Champions League, seria mais do seu agrado. Mas a oferta não passou de 7 milhões de euros, recebendo um “não” do Grêmio.

O que Renato disse sobre Bitello

De fora do time titular nos jogos contra Cruzeiro e Cuiabá nas duas últimas rodadas do Brasileirão, Bitello teve a sua situação analisada pelo técnico Renato Portaluppi na última coletiva dada:

“Eu tenho conversado bastante com o Bitello. Na quarta e na quinta-feira ele treinou, mas ainda sentiu muitas dores. Hoje ele foi preservado por conta dessas dores, e não podemos perdê-lo por mais tempo. Se viesse para o jogo, poderia correr risco de perder a convocação. A gente não pode bater o martelo hoje de que o Bitello vai ficar. Ele ainda é jogador do Grêmio e enquanto tiver contrato com o clube ele vai cumprir. Mas algumas janelas ainda estão abertas no mercado europeu”, disse Renato, na ocasião.

Leia mais do Grêmio:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas