fbpx

Flamengo sinaliza interesse na contratação, mas cláusula colocada pelo Grêmio deve impedir Douglas Costa de seguir no Brasil

Tendência deste momento é que o meia-atacante volte a atuar em algum clube do exterior

Após encaminhar a rescisão contratual com o Grêmio ao longo desta sexta-feira, o meia-atacante Douglas Costa passou a ter o futuro incerto dentro de futebol, embora as opções do exterior sejam vastas, como por exemplo o interesse já demonstrado pelo Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos. No Brasil, segundo o repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, quem se movimentou pelo camisa 10 foi o Flamengo.

No entanto, uma cláusula colocada pelo Grêmio na rescisão deve impedir Douglas de jogar em outro time brasileiro. O item acrescido na rescisão estipula que o jogador não poderá atuar por outro clube do país, deixando-o mais distante de um eventual acerto com o Flamengo.

Douglas Costa
Douglas Costa está de saída do Grêmio – Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Para deixar o Grêmio, Douglas Costa topou fazer um parcelamento em 48 vezes de cerca de R$ 7 milhões referentes à rescisão, e todo o dinheiro é por conta do tempo de contrato que foi cumprido. O jogador abriu mão de receber o que tinha direito por contrato pelos anos de 2022 e 2023.

“Ele não conseguiu render tudo aquilo que esperávamos, teve as lesões, mas era extremamente disciplinado na parte da fisioterapia, sempre estava lá no horário, cumprindo os seus deveres. A gente fica entristecido, ele e nós, porque gostaríamos de ter tido melhores resultados. O fato é que ele tem muita bola no corpo. Desejo que tenha muito sucesso em outro clube e que o físico dele o ajude. Se as coisas acontecerem bem, ele vai voltar a brilhar”, projetou o ex-vice de futebol gremista Marcos Herrmann à Rádio Gaúcha.

Sem Douglas Costa e também sem Jhonata Robert, lesionado, o Grêmio deverá apostar em Ferreira, Campaz, Janderson e Rildo como jogadores ofensivos de lado de campo.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas