fbpx

Ex-volante compara saída de Renato do Flamengo com Douglas Costa no Grêmio: “Pela porta dos fundos”

Zé Elias, atual comentarista dos canais ESPN/Fox, fez críticas à postura do atual camisa 10 do Grêmio

Principal contratação do Grêmio para a temporada de 2021, Douglas Costa vai fechando o ano com muitas críticas da torcida e desconfiança da imprensa. Os questionamentos surgem principalmente pelo comportamento recente com episódios de pedido de liberação para festa de casamento, presença em eventos noturnos, xingamento em rede social e “tchauzinho” pra torcida após gol.

Para o ex-volante Zé Elias, que atualmente é comentarista dos canais ESPN e Fox Sports, Douglas Costa está com a imagem semelhante a de Renato Portaluppi pela recente passagem que teve no Flamengo:

“Pelo tamanho que ele chegou, o Douglas Costa está para o Grêmio da forma que Renato chegou no Flamengo. Chegou grande. Mesma coisa que o Douglas Costa. Ele sai pela porta dos fundos não só pelas quatro linhas, mas pelo comportamento que, para mim, potencializou ainda mais a saída dele”, declarou Zé durante o programa F90, da ESPN.

Embora tenha contrato até o meio de 2022, sendo prorrogável até o fim de 2023, Douglas Costa não tem presença assegurada no Grêmio para a próxima temporada e pode ser negociado pelo clube. Propostas, segundo o vice de futebol Denis Abrahão, já existem:

“O empresário dele (Douglas) foi de sensibilidade e parceria bacana conosco. Já tenho chamada para responder ao procurador do Douglas Costa. Esse jogador todo mundo sabe que é caríssimo. É excepcional, mas deu pouco retorno ao clube. É um craque de bola, mas ficou muito tempo machucado, então temos que conversar. Tem muita qualidade, mas não tem nada decidido em relação a ele. É muito caro para o que o Grêmio vai disputar, que é a Série B do Brasileiro, a Copa do Brasil e o Gauchão. É difícil a manutenção no plantel por tudo que evidenciei”, explicou o dirigente do Grêmio na última segunda-feira.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas