fbpx

Douglas Costa compara chegada ao Grêmio com início na Juventus, mas promete: “As coisas não são do jeito que começam”

Meia-atacante segue se recuperando de lesão muscular e acredita em dias melhores ainda em 2021

Ainda sem gols e assistências no aguardado retorno ao Grêmio, o meia-atacante Douglas Costa, que segue finalizando a recuperação de lesão muscular na coxa, segue acreditando em dias melhores com a camisa do tricolor e até já compara o atual momento com o início que teve pela Juventus. As declarações abaixo foram dadas pelo canhoto no canal que mantém no YouTube.

“Quando cheguei na Juventus tive os primeiros seis meses mais ou menos assim, conturbados também. Até porque, naquela ocasião, o time era cheio de estrelas. Esperavam muito de mim, assim como esperam aqui. A gente conseguiu ser campeão italiano três vezes seguidas. Não veio a Champions, mas conseguimos almejar várias coisas que estávamos buscando”, relembrou.

Douglas, que completou 31 anos na última terça-feira, admitiu que o seu 2021 no Grêmio representa “um dos maiores desafios” já tidos na carreira.

“Tem sido um dos maiores desafios da minha carreira. Voltar e ver tudo do jeito que está. Com a gente numa zona que não é confortável. Empenho e dedicação foram as coisas que me fizeram evoluir. É o que eu venho buscando. Vai acontecer. As coisas nunca são do jeito que começam. Vai acontecer e vai terminar de um jeito bom pra mim”.

Confira a entrevista completa de Douglas Costa abaixo:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas