fbpx

Diogo Barbosa diz como seria o seu 2022 ideal, cita tristeza por queda e olha para frente: “Não dá mais para mudar”

Lateral-esquerdo concedeu declarações ao site Globoesporte via assessoria de imprensa

Titular da lateral-esquerda do Grêmio desde a reta final do Brasileirão do ano passado, Diogo Barbosa concedeu declarações via assessoria de imprensa ao site Globoesporte.com virando totalmente a página do ainda recente rebaixamento. Ele mirou um 2022 “diferente” imaginando uma temporada ideal com o título gaúcho e o acesso garantido – veja as principais declarações:

Alto valor de cerca de R$ 10 milhões na sua contratação

“Sei que não fui negociado por um valor baixo, mas eu vinha de boas temporadas no Palmeiras, com títulos, então vim com certa expectativa. Mas, infelizmente, em 2021 as coisas aqui não aconteceram como imaginava, mas não por motivos específicos. Apenas não aconteceram. Sempre trabalhei firme, e seguirei assim para ajudar o Grêmio sempre”

Tristeza e decepção por rebaixamento

“Todos ficamos tristes e decepcionados com o final da temporada, mas é algo que não dá mais para mudar e voltar atrás. O que temos que fazer é analisar onde erramos e fazer diferente. O grupo está empenhado e focado nos objetivos. Acredito que será uma temporada vitoriosa”

Sequência de jogos

“Mancini me colocou para jogar. Isso mostrou a confiança que ele tinha em mim, tive mais oportunidades e fiz bons jogos na reta final. Acho que a sequência de jogos é importante para qualquer jogador, e tive isso na reta final de 2021”

O seu 2022 ideal

“Meu 2022 ideal é onde eu possa jogar, contribuir para a equipe. Que a gente possa começar o ano conquistando o título gaúcho e terminar com o acesso para a Série A, que é onde o Grêmio sempre deve estar”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas