fbpx

De Everton Cebolinha a Léo Moura: cinco ex-jogadores do Grêmio que já declararam acreditar na permanência na Série A

Ex-atletas gremistas seguem acreditando que será possível uma recuperação em cima da hora

Precisando urgentemente de pontos para subir na tabela e escapar daquele que seria o seu terceiro rebaixamento na história do Brasileirão, o Grêmio ganhou um respiro ao fazer 3×0 no Bragantino em casa na terça-feira, mas se frustrou imensamente com os resultados paralelos da quarta. Nenhum deles ajudou, e o clube gaúcho continua a sete pontos de distância do primeiro time fora do Z4.

Ainda que a matemática se mostre complicada neste momento, ex-jogadores gremistas – hoje torcedores do clube – seguem acreditando na recuperação e fazem questão de mostrar esperança publicamente neste momento complicado. Abaixo, selecionamos cinco deles com suas declarações dadas em um período recente para diferentes veículos de comunicação.

Três deles fizeram parte de uma história recente rica em títulos do clube, casos do ex-lateral Léo Moura, do ex-meia Douglas e do atacante Everton Cebolinha. Em 19° lugar com apenas 32 pontos, o Grêmio tem mais seis jogos para fazer a começar pela Chapecoense, fora, no sábado, às 19h.

Everton Cebolinha, ex-atacante gremista entre 2013 e 2020, ao podcast Tudo em Off

“Tenho acompanhado bastante. Muitas vezes acaba tarde. Ontem vou confessar que fui dormir p… pra caramba. Fui dormir três horas da manhã. Assistindo o jogo (derrota para o Atlético-MG). A fase não está legal. Fico triste pelos meus companheiros. Falo com Alisson, Cortez, caras que tenho mais proximidade. Desejar boa sorte, força e que saiam logo desse momento. Eu, como torcedor, acho que o Grêmio não cai. Sou torcedor do Fortaleza desde pequeno, mas não posso esquecer o carinho que tenho pelo Grêmio. Foram oito anos de casa”

Tcheco, ex-meia gremista entre 2006 e 2009, à Rádio Bandeirantes

“Ninguém pode estar na sua zona de conforto na situação que o Grêmio se encontra. O jogador que fala pouco, tem que falar hoje. O jogador que se posiciona pouco tem que se posicionar. O jogador que está se escondendo tem que aparecer”

Douglas, ex-meia gremista entre 2010 e 2012 e depois entre 2015 e 2018, ao PodPah

“O Grêmio tá f***, mano, tá num momento horrível… Mas enquanto tiver esperanças, tamo aí. Depois pode zoar, de boa. Se cair, tem que zoar. É assim que funciona. E pode me zoar”

Léo Moura, ex-lateral gremista entre 2017 e 2019, ao Globoesporte.com

“Ninguém esperava passar por esse momento, que acontece no clube. A gente não está lá no dia a dia do clube para saber, a gente fica triste com isso. Como eu sempre frisei: o Grêmio tem um excelente equipe, e não é equipe para estar na zona do rebaixamento. Então, nessa reta final tem que ter força para sair. É um grande clube, que vem conquistando títulos durante anos, e a gente fica na torcida para o Grêmio permanecer na Série A”

Tiago Prado, ex-zagueiro gremista entre 2004 e 2005, ao site Torcedores.com

“O jogador é quem mais sofre. Treina e joga querendo dar resposta positiva. Coletivamente. E quando a resposta não vem, o jogador sofre. Não dorme direito, não se alimenta direito. Só não sofre aquele que não é comprometido com o time. Que lança uma energia negativa sobre os outros colegas. A torcida do Grêmio, hoje, precisa lançar uma energia positiva sobre os jogadores. Para que o grupo consiga sair desse marasmo, dessa dificuldade que está. Para assim vencer o próximo jogo, adquirir mais confiança para o próximo e ir assim. Tenho certeza que o Grêmio não será rebaixado”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas