Candidato à presidência derrotado nas eleições quer reunião com a direção do Inter para cobrar fase do time

Cristiano Pilla, do O Povo do Clube, fez alguns questionamentos nas redes sociais sobre o momento colorado

Publicidade

Insatisfeito com o momento atual do time do Inter, o O Povo do Clube, movimento encabeçado pelo candidato à presidência derrotado nas últimas eleições, Cristiano Pilla, deseja ter uma reunião com a direção eleita para fazer cobranças, pedindo respostas “dentro e fora de campo”.

LEIA MAIS – Edenilson sai em defesa dos mais experientes do elenco do Inter: “Se continuamos, algo de bom a gente tem”

No Twitter, Pilla, que foi o quarto mais votado na eleição do final de 2020 entre os conselheiros, declarou querer uma reunião justamente para poder ouvir explicações do atual presidente Alessandro Barcellos:

“Oportunismo é esperar a derrota final pra criticar. Zona de conforto é aceitar os fracassos e não fazer nada. Como conselheiros pedimos reunião com o presidente p/ cobrar medidas e ouvir suas respostas frente aos sucessivos erros, pois ainda há tempo de reversão. Fomos criticados”, postou Pilla nesta terça-feira, depois de fazer críticas ao desempenho na derrota no último Gre-Nal:

“Os erros se repetem. Jogadores medíocres continuam sendo escalados. Continuamos entregando jogos em falhas gritantes. Mais uma vez falta de atenção em um clássico. A direção não reforça nas posições mais carentes. Parece faltar cobrança no vestiário. Até quando tantos erros?”.

Nas últimas eleições, foram 335 votos entre conselheiros, e Cristiano Pilla (O Povo do Clube) recebeu 63 votos, perdendo para Guinther Spode, José Aquino e Alessandro Barcellos – os dois últimos foram ao “pátio” e Barcellos venceu. O Povo do Clube, por meio de nota nas redes sociais, também postou cobrança:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)