Base, feminino, profissional e torcida: cinco vezes que Taison mostrou liderança e grandeza no retorno ao Inter

Atacante colorado de 33 anos tem exercido o seu papel de líder também fora das quatro linhas

Depois de uma longa espera que chegou a durar 11 anos, Taison enfim cumpriu a promessa de voltar ao Inter e tem feito um 2021 de muita liderança dentro e fora de campo. Além das quatro linhas, são vários os exemplos que o camisa 10 tem dado de dedicação ao clube, apoio às diferentes categorias e colaboração com a torcida.

Base

Durante a reinauguração do CT da base colorada, em Alvorada, o Morada dos Quero-Queros, Taison solicitou até mesmo a mudança de horário do treinamento do time profissional para que ele pudesse presenciar o evento para também conversar com os garotos. Na ocasião, Bruno Méndez e Heitor acompanharam o camisa 10.

Torcida

No mês da Consciência Negra, o Inter lançou uma camisa preta bastante elogiada pela torcida em parceria com a sua fornecedora de material esportivo, a Adidas. Taison, que foi um dos modelos do uniforme, pediu publicamente nos comentários do perfil no Instagram uma redução no preço, que ficou na casa de R$ 279,99.

Alô @adidasbrasil @scinternacional Vamos fazer um preço camarada pra minha rapaziada ter uma camisa linda dessas por favor? Ass Taison Barcellos Freda! Amo vocês“, escreveu Taison no perfil oficial do Inter no Instagram.

Apoio ao companheiro

Naquele que pode ter sido o jogo mais frustrante do Inter na temporada, Taison foi aos microfones depois da queda para o Olimpia, nos pênaltis, em casa, nas oitavas da Libertadores, defender publicamente o volante Edenilson. Durante o tempo normal, o camisa 8 errou o seu único pênalti a serviço do Inter e acabou apontado como um dos vilões da queda.

“É um cara que nunca erra. Errou hoje. Peço respeito para as pessoas com ele. Trabalha todo dia e é um cara fantástico. Respeitem ele”, pediu Taison na ocasião.

Time feminino

Em um noite gelada de agosto, Taison provou que não está interessado somente nas categorias masculinas do clube. Ao lado do presidente Alessandro Barcellos, ele esteve no Beira-Rio torcendo pelas Gurias Coloradas na derrota de 1×0 para o Palmeiras na ida da semifinal – mais tarde, o Palmeiras passaria pelo Inter em São Paulo.

Situação se repetiu neste domingo

Na ensolarada tarde deste último domingo, Taison repetiu a dose e esteve na arquibancada torcendo pelo time sub-20 do Inter mesmo no seu dia de folga – no dia anterior, ele jogou e fez gol na derrota de 2×1 em casa para o Flamengo pelo Brasileirão.

Pé-quente, o camisa 10 colorado viu Cadorini e Juan Cuesta fazerem os gols da vitória de 2×0 do Inter sub-20 sobre o São Paulo na ida da final do Brasileirão da categoria. O jogo de volta é domingo que vem, 11h, no Morumbi.

Receba as notícias do Inter em primeira mão: